Ultrassom de Carótidas

Ultrassom de Carótidas

É um exame complementar de diagnóstico que utiliza os ultrassons para estudar, em tempo real, a anatomia e circulação nas artérias carótidas (que fornecem sangue para o cérebro).

Destinando-se ao estudo do estado da parede arterial (pesquisa de estenoses por placas de aterosclerose), mas também avaliação do fluxo de sangue nas artérias carótidas auxiliando no diagnóstico de doença aterosclerótica, aneurismas, angulações, dissecções, arterites e outras afecções que podem acometer as artérias carótidas e vertebrais.

 Indicações 

  • Avaliação do bloqueio (oclusão) ou estreitamento (estenose) das artérias;
  • Detectar a presença de aterosclerose da parede e identificar estruturas que podem perturbar o fluxo de sangue através das artérias, como trombos (coágulos de sangue) e placas (acúmulo de material de gordura);
  • Avaliação da espessura da parede do vaso e as características das placas nos vasos;
  • Diagnóstico e condução dos acidentes vasculares encefálicos;
  • Avaliação de sintomas transitórios como confusão mental, perda da visão, fala ou movimentos, além de tonturas;
  • Avaliação dos vasos cervicais após suspeita de quadro isquêmico cerebral ou quando o médico ausculta um sopro sobre a artéria carótida.

 Contraindicações

 Não há relatos de efeitos adversos decorrentes do uso de ultrassom para fins diagnósticos.

 Preparo

 Não há.

 Como é feito

 Com o paciente deitado, as estruturas do coração são analisadas através de ultrassom em diferentes posições. O procedimento tem duração de aproximadamente 20 a 30 minutos.

 Referências

 NOGUEIRA, Antonio Carlos Santos et al. Normatização dos equipamentos e das técnicas para a realização de exames de ultra-sonografia vascular. Arq. Bras. Cardiol. [online]. 2004, vol.82, suppl.6, pp.1-14.

Ecocardiografia bidimensional com Doppler